sod footer

O que são os links internos? Entenda como usar em SEO e 10 dicas para criar uma estratégia de linkagem interna eficaz

Você já ouviu falar em links internos? No digital, a otimização para mecanismos de busca (SEO) é uma estratégia essencial para qualquer negócio que deseja ter uma presença online eficaz. Entre as diversas táticas, o uso de links internos é uma das mais importantes e, muitas vezes, subestimadas!

Eles não apenas melhoram a navegabilidade do seu site, como também são importantes para a estrutura e relevância do conteúdo aos olhos dos motores de busca. Um diferencial e tanto, não é?

A seguir, vamos te mostrar o que são links internos, sua importância para o SEO e 10 dicas práticas de como você pode utilizá-los de maneira estratégica para melhorar o ranqueamento das suas páginas. 

Links internos são links que conectam páginas dentro do mesmo site. Pense neles como uma teia de aranha que liga diferentes partes de um site, ajudando tanto os visitantes quanto os motores de busca a encontrarem e navegarem de maneira mais eficiente. 

Por exemplo, quando você está lendo um artigo sobre dicas de marmitas para vender e encontra um link que leva a outra página do mesmo site com tendências gastronômicas, isso é um link interno. 

Exemplo de link interno.

Esses links melhoram a experiência do usuário, facilitando a exploração de conteúdos relacionados sem precisar sair do site ou voltar para a página inicial.

Existem dois tipos principais de links internos, os navegacionais e contextuais. Entenda cada um deles:

Esses links ajudam os usuários a navegar pelo site, conectando páginas principais e estruturais, como menus, rodapés e barras laterais. Eles são projetados para guiar os visitantes através das seções mais importantes do site.

Por exemplo, no menu do site, há uma seção “Blog” que leva a uma página interna detalhando os conteúdos da agência.

Exemplo de link navegacional.

Já os links contextuais são incorporados dentro do conteúdo de uma página, conectando a outras páginas relevantes dentro do tema do texto. Eles fornecem valor adicional ao usuário, oferecendo informações complementares e aprofundadas sobre o tema discutido.

Por exemplo, em um outro post do nosso blog, sobre “SEO On-page“, há um link no texto que diz “title tag, também chamada de meta title ou título SEO” que leva a um artigo específico sobre títulos SEO.

Exemplo de link contextual.

Links internos e externos são fundamentais para a estrutura e o desempenho de um site, mas cada um tem características e funções diferentes:

Os links internos conectam páginas dentro do mesmo domínio. Eles funcionam como um mapa do seu site, guiando os usuários e mecanismos de busca pelas suas páginas. 

Além disso, eles distribuem autoridade, ou seja, transmitem relevância de páginas fortes para páginas menos conhecidas, impulsionando o ranqueamento geral. 

Já os links externos conectam páginas de diferentes domínios, ou seja, direcionam os usuários para outros sites relevantes, complementando seu conteúdo. Eles também indicam credibilidade e autoridade, demonstrando que seu site se baseia em fontes confiáveis ​​e oferece informações de qualidade. 

A linkagem externa também aumenta o tráfego de referência, atraindo visitantes de outros sites para o seu, expandindo seu alcance. Alguns exemplos incluem links em citações, menções em redes sociais e referências em artigos.

Leia também: O que é o Link Building? Entenda a importância da estratégia para a visibilidade do seu negócio

Até agora, você já deve ter notado que os links internos são essenciais para uma estratégia de SEO impecável. Mas qual é a sua real importância? Entenda com mais detalhes para que serve e as vantagens dos links internos para SEO:

Ajuda os mecanismos de busca a entenderem a estrutura do site

Os links internos funcionam como um mapa de navegação para os mecanismos de busca, revelando a organização e hierarquia das páginas do seu site. 

Através desses links, os robôs crawlers podem explorar todo o conteúdo de forma eficiente, indexando e compreendendo melhor a relevância de cada página.

Distribui autoridade de forma estratégica

Ao conectar páginas relevantes entre si, você cria um fluxo de autoridade. Páginas com alto ranqueamento e backlinks de qualidade podem transmitir parte de sua relevância para outras páginas, elevando o desempenho geral do seu site.

Melhora a experiência do usuário

Links internos bem estruturados garantem uma navegação intuitiva e agradável para os visitantes. Ao conectar conteúdos relacionados, você facilita a jornada do usuário dentro do seu site, aumentando o tempo na página, a taxa de conversão e a satisfação geral.

Prioriza conteúdos relevantes

Os mecanismos de busca interpretam a quantidade e a qualidade dos links internos como um sinal de importância. Ao direcionar mais links para páginas específicas, você indica aos robôs que essas páginas são prioritárias e devem receber mais atenção na indexação e ranqueamento.

Reduz a taxa de rejeição

Links internos relevantes diminuem a chance de os usuários abandonarem o seu site buscando informações relacionadas em outros sites. Isso contribui para uma menor taxa de rejeição, um fator positivo para o SEO, pois indica que seu site oferece conteúdo de qualidade e engajador.

Agora que você já sabe o que é link interno e a sua importância para o SEO, confira as sugestões da SOD para usar links internos e melhorar o ranqueamento do seu site:

1. Identifique as páginas de pilar e autoridade do seu site

Você sabe o que são páginas de pilar, também conhecidas como pillar page? Elas são as páginas mais importantes do seu site, que têm alto valor informativo e recebem grande volume de tráfego. Comece mapeando por elas! 

Em seguida, identifique as páginas de autoridade da marca, que possuem alta relevância para o seu nicho e atraem links externos de qualidade.

Mas por que identificar as páginas de pilar e autoridade do seu site? O motivo é simples: essas são as páginas que fornecem a “espinha dorsal” do seu conteúdo e são essenciais para o entendimento do tema principal do seu site pelos mecanismos de busca. 

Estabelecer essas páginas como referências centrais ajuda na criação de uma estrutura sólida para a sua estratégia de links internos. Além disso, ao direcionar links internos para essas páginas, você redistribui a autoridade do seu site de maneira estratégica, aumentando a relevância e o ranqueamento de todo o seu domínio. 

Dica de expert: use o Google Search Console para identificar as páginas com mais impressões e cliques do seu site, além da quantidade e qualidade dos links externos que cada página recebe.

Estabeleça uma hierarquia clara na estrutura de links internos, similar a uma árvore. As páginas de pilar devem estar no topo, recebendo links das demais páginas do site. 

As páginas de autoridade se posicionam em um nível intermediário, recebendo links de páginas relevantes dentro do seu nicho. Por fim, as demais páginas recebem links das páginas de autoridade e de outras páginas relevantes do mesmo tópico.

Uma dica é organizar seus conteúdos em tópicos temáticos, agrupando páginas relacionadas entre si por meio de links internos. Essa estratégia, conhecida como topic clusters, facilita a navegação contextual e demonstra aos mecanismos de busca a relevância do seu site para um determinado tema.

Por exemplo, se o pilar for “Marketing Digital“, você pode criar conteúdos mais específicos sobre subtemas como SEO, marketing de conteúdo, mídia social, entre outros. 

4. Crie um texto âncora relevante

O texto âncora é a frase ou palavra que você utiliza para criar o link. Ele é importante tanto para o usuário quanto para o Google entenderem o assunto da página linkada. 

O texto âncora deve ser descritivo e rico em palavras-chave relevantes para o conteúdo da página de destino. 

Mas atenção: textos âncoras muito longos podem prejudicar a experiência do usuário. Dê preferência a frases curtas e diretas, utilizando as palavras-chave de forma estratégica e sem comprometer a legibilidade.

Confira um exemplo de um texto âncora descritivo, com palavra-chave e relevante para o conteúdo e site:

Dica de expert: evite textos genéricos como “clique aqui” ou “saiba mais”. Isso porque textos mais elaborados despertam a curiosidade e o interesse do usuário, incentivando-o a explorar o conteúdo. Além disso, palavras-chave relevantes no texto descritivo do link aumentam as chances de a página ser encontrada nos resultados de pesquisa.

Crie links estratégicos a partir das suas páginas com maior relevância para destacar um conteúdo específico que você deseja que tenha destaque. Essa tática direciona a atenção dos usuários e dos mecanismos de busca para a página escolhida.

Vamos supor que você tenha um site sobre receitas culinárias. Você identificou que as páginas de receitas de sobremesas, pães caseiros e pratos principais têm o maior tráfego. Agora, você deseja destacar uma página com receitas de saladas saudáveis.

Se as páginas de receitas de sobremesas, pães caseiros e pratos principais têm mais tráfego, adicione links para a nova página de saladas nessas seções.

Na página de receita de bolo de chocolate, você pode incluir um link com um texto chamativo, como: “Para equilibrar sua dieta, aposte em receitas de saladas saudáveis”. Na receita de pão caseiro, adicione algo como: “Acompanhe seu pão caseiro com uma de nossas deliciosas saladas saudáveis”. E na página de lasanha de carne, insira um link dizendo: “Comece sua refeição com uma salada fresca e nutritiva de nossas receitas de saladas saudáveis”.

Ao publicar um novo conteúdo, inclua links internos relevantes para páginas já existentes que abordam temas relacionados. Essa prática ajuda os mecanismos de busca a entender a contextualização do novo conteúdo e a relevância do seu site na totalidade.

Leia também: O que é o Google Discover? Entenda a funcionalidade e tenha mais chances de conseguir cliques e visitantes para seu site

Conforme você cria novos conteúdos e páginas, revise os artigos mais antigos para incluir links para essas novas páginas. Isso ajuda a manter seu conteúdo atualizado e a aumentar a visibilidade de novos textos. Essa prática é principalmente comum em sites novos que ainda têm poucos links internos.

Evite sobrecarregar as páginas com muitos links internos, confundindo o leitor e os mecanismos de busca. Em vez disso, distribua os links de forma equilibrada, considerando a relevância e o tamanho do conteúdo. Não há uma regra, mas uma página extensa pode ter mais links do que uma página menor.

Esse é um exemplo de uma forma equilibrada de distribuir os links internos na sua página:

Exemplo de boa distribuição de links internos.

Para facilitar o gerenciamento da sua estratégia de links internos, crie um documento que liste as principais páginas do seu site, os links que elas recebem e para quais páginas direcionam. Essa documentação facilita a atualização e a análise da estrutura de links.

Embora o foco deste guia sejam os links internos, não subestime a importância dos links externos! Links de qualidade de outros sites relevantes para o seu nicho indicam aos mecanismos de busca a autoridade e confiabilidade do seu conteúdo.

Dica de expert: todo conteúdo precisa ter, pelo menos, um link interno e, se possível, externo. Lembre-se de incluí-los no seu texto, certo!?

Os links internos são uma ferramenta importante para SEO e experiência do usuário, mas se usados incorretamente, podem prejudicar seu site. Aqui estão alguns erros comuns a serem evitados:

Evite agrupar vários links internos em um único parágrafo ou frase. Isso pode parecer spam para os mecanismos de pesquisa e confuso para os usuários. Distribua os links ao longo do conteúdo de forma natural.

Veja um exemplo de links muito próximos no mesmo parágrafo:

Links internos.

Incluir muitos links internos em uma página pode ser prejudicial. Use-os com moderação e apenas quando relevantes para o contexto. O ideal é que cada página tenha um número natural de links, guiando o usuário para outras páginas relevantes do seu site.

Confira um exemplo de excesso de links em um único parágrafo:

Exemplo de excesso de links internos.

Para reforçar a relevância do site e a autoridade para o Google, é importante que o primeiro link do texto seja interno. Priorize links internos relevantes para o texto âncora, em vez de links externos, para direcionar os usuários para outras páginas do seu site e melhorar a experiência de navegação.

Leia também: O que é o EEAT do Google? Descubra como funcionam os critérios de qualidade de uma página para o buscador

Como você já sabe, o texto âncora deve ser descritivo e relevante para o conteúdo da página para a qual direciona. Se o seu texto âncora é “creme de pentear para cabelos lisos”, concorda que não faz sentido redirecionar para uma página de “creme de pentear para cabelos cacheados”? Por isso, seja específico para o público-alvo e informativo para que os usuários entendam o que encontrarão ao clicar.

Links quebrados levam a erros 404, frustrando os usuários e prejudicando a experiência do site. A dica é verificar regularmente seus links internos e corrigir aqueles que estão quebrados ou direcionam para páginas inexistentes. Essa organização pode ser feita em uma planilha para facilitar o processo.

Um erro comum em links internos é a criação de links que os mecanismos de busca não conseguem rastrear.

Um dos motivos para isso ocorrer são os links com o atributo nofollow. O atributo nofollow informa aos mecanismos de busca que eles não devem seguir aquele link, o que é útil para evitar que links irrelevantes ou de baixa qualidade influenciem o ranking do seu site. 

No entanto, se você usar o atributo nofollow em links internos importantes, os mecanismos de busca não conseguirão encontrar as páginas para as quais você está criando links, o que pode prejudicar o SEO do seu site.

Outro motivo são os links em JavaScript. Os mecanismos de busca geralmente não conseguem rastrear links criados com JavaScript, já que eles não conseguem executá-lo da mesma forma que um navegador web. 

Por isso, se você usar JavaScript para criar links internos, é possível que os mecanismos de busca não encontrem as páginas para as quais você está criando links.

Conte com a Search One Digital para a criação de conteúdo do seu site

Quando se trata de fortalecer a presença online de sua marca, a criação de conteúdo de alta qualidade e a implementação estratégica de linkagem interna são fundamentais. É aqui que entra a expertise da Search One Digital!

Nosso compromisso é entregar excelência em cada etapa do processo, desde a curadoria e produção de conteúdo até a otimização da estrutura interna do seu site. Entre em contato!

Post Tags :

Share :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *