O que é Link Building

Não perca nenhuma novidade!

Explore as Categorias

Posts Relacionados

A única estratégia de marketing digital que existe antes do Google

Quer saber agora o que é link building? Pois eu conto!

É isso mesmo, queridos leitores. O Link Building surgiu bem antes de o Google pensar em nascer. 

Seu precursor foi um cara chamado Eric Ward, que começou a fazer Link Building em 1994. Ou seja, 4 anos antes de o Google surgir nas nossas vidas. 

Mas, como Eric fazia a mágica? Como a gente faz hoje. Ele começou a conversar com donos de outros sites e pedir uma referência para seus clientes. 

Um ponto essencial é que ele nos diz uma coisa muito atual: o Google é importante, mas nem tudo é sobre o Google. 

E ele ainda termina com: “Não deixe o Google ter o poder de ditar o seu destino.”

DISRUPTIVO

A carreira de Eric começou quando Jeff Bezos o contratou pessoalmente para lançar um projeto de publicidade para a Amazon. Eric também foi bem efetivo em auxiliar Jay Steinfeld’s a levar sua startup de um faturamento de US$ 3,000 para US$ 200.000,00. 

Tudo isso com link building. O que tem de diferente no que a gente faz hoje? Tudo e nada. 

Explico

Link Building vai além das fronteiras do SEO 

Essa é uma questão que traz uma ampla discussão. Mas, pense comigo: O link externo funciona como um voto, certo? 

Certo! 

Ah, antes de continuar, aqui eu estou falando apenas de links externos, tá? Só para não confundir. 

Pois bem. Quando um site é referenciado por um portal relevante, o Google entende aquela referência como um “voto de confiança” de que aquele site confia no conteúdo do site referenciado. 

Mas, o que aconteceu ao longo destes 25 anos de Google é o seguinte: Quando os SEOs começaram a entender isso, saíram fazendo link em diretório, comentário de blog, fóruns… e o pior, guest post com erro gramatical que serve só para jogar o link de qualquer jeito em um site furreca do blog do Zé da pesquisa. 

É minha gente, aí virou o samba do criolo doido. Com isso, o Google começou a impor algumas regras para o ganho de links. Todas elas estão em seus guidelines para link building

Com essas regras de boa conduta, o Google começou a direcionar os SEOs para onde ele queria que eles caminhassem, com relação às referências. 

E aí, regras daqui, regras dali, follow, nofollow, updates de algoritmos… no fim, o Link Building virou o que o Eric Ward fazia antes mesmo de o Google nascer! 

Claro que aqui eu não estou me abstendo da parte técnica da coisa, sabe? Isso tem que existir. Regras são para serem seguidas, ainda mais o Google. Se ele mete uma penalização por link building… pode fazer outro site. Aquele não volta mais. 

Só com um trabalho bem árduo. Eu mesma já peguei uma penalização de links que foram quase 6 meses para resolver. Então, a parte técnica é importante, sim e nunca deve ser esquecida. Fazer o básico em SEO e Link Building, é o mínimo. 

Mas, veja, Eric não ia lá e pedia a coisa deliberadamente. Ele conversava, explicava o motivo, agregava valor àquela parceria. E é isso mesmo que o Link Building é hoje. Agregar valor ao site que vai referenciar, com informações coerentes do site referenciado.

Aqui é quando eu digo que o SEO e suas estratégias técnicas ficam em segundo plano. Porque, o que vale mesmo hoje em dia é um conteúdo de qualidade. É um release jornalístico que seja notícia. É uma manchete que o leitor queira ler. Então, se você faz link building à moda antiga. Se compra links… se troca links de forma deliberada, uma hora vai ter problemas.  

O que é o tal do link? 

É o seguinte, sempre que a gente vai colocar um texto no ar, ou a gente vai falar para nosso grupo de amigos no whats sobre alguma coisa legal que a gente viu, a gente não encaminha um link para acesso? É quase isso. 

Vou mostrar de forma prática agora: 

O Link Building é uma estratégia que visa o compartilhamento de matérias, releases e artigos em sites de nicho, a fim de ganhar visibilidade e autoridade para um determinado site (o referenciado). 

Viram que logo no começo eu coloquei um link em uma frase para o meu site? Essa frase, a gente chama de texto-âncora (anchor text). É ela que é a casa do link. Essa frase, precisa fazer sentido com a página de destino. Então, eu expliquei o que é link building e coloquei um link para a página do site da Search One Digital sobre link building. 

Captou? 

Isso acontece direto em blogs e portais. Um site menciona suas fontes de pesquisa. Isso é o primórdio do jornalismo moderno. Todo jornalista deve referenciar a sua fonte. 

Apenas para mencionar: neste caso, chamamos de link interno, porque estou linkando de um texto do meu blog para uma página institucional do meu site, ok? Mas, isso é papo para outro texto. 

Vou dar um exemplo do que é link building de forma mais visual. 

Vejam a imagem abaixo: para este nosso cliente, usamos uma estratégia de newsjacking. Foi divulgada uma pesquisa que aborda os remédios mais vendidos do Brasil. Entre eles o Tadalafila, utilizado para problemas de ereção masculina. 

O que fizemos? Um super artigo falando sobre o remédio, para que ele serve, como resolver o problema de disfunção erétil e… oferecemos exclusivamente ao Guia da Farmácia. 

Tivemos a publicação linda e exclusiva em um portal que não dá links… mas, que colocou link pra gente porque é uma referência natural. SEM SER FORÇADA. Faz sentido com o texto. 

Veja que lindinho:

exemplo de link conquistado para cliente de saúde

Esse trabalho é feito diariamente por uma equipe de jornalistas. 

Estratégias de link building que ainda funcionam

Guest Post

Se você parar pra pensar, tudo é Guest Post. Sempre que eu tento colocar um artigo ou um release em um portal é um guest post. 

Ele só deixa de ser um Guest Post se o jornalista fizer uma entrevista e escrever a matéria dele, de acordo com a entrevista que fez. Fora isso, é que nem religião. Existem várias, mas todas levam para uma coisa só. O link. 

O Guest post ainda funciona sim. Mas, para isso, ele precisa ser bem escrito. Ele precisa fazer sentido e ele deve agregar valor a quem vai ler. Do contrário, não faz sentido o jornalista publicar, certo? 

Newsjacking

Eu gosto muito dessa estratégia porque ela é dinâmica. Consiste no fato de que você tem que ficar de olho no mercado todos os dias para ver o que sai de notícias quentes e entender se alguma delas faz sentido para seu cliente. 

Por favor, não vá forçar a barra hein. Notícia plantada e forçada é perda de credibilidade. 

Um exemplo: Mês passado com o furor do lançamento da Bárbie eu vi que a SERP do Google mudou a cor e fez um monte de frufru na tela só para comemorar o lançamento… e pegar o hype.

Aí, o que eu fiz? Escrevi um artigo sobre como o Google entende o comportamento do usuário e se adequa às necessidades, mesmo que seja apenas para o entretenimento. Isso não foi uma notícia publicada, mas foi uma novidade que eu captei, entende? 

Resultado, saímos em lugares bem legais falando sobre o tema e eu ganhei alguns links para a Search One Digital. 

exemplo de link conquistado em site de nicho

Menção à marca

Essa aqui é uma legal, também. Vá no Google alerts e registre o nome da marca do seu site. Pronto, você vai passar a receber diariamente (ou semanalmente) no seu email, notícias que saem mencionando o seu site na rede. 

Se em uma delas não tiver o link de referência, basta entrar em contato com o site e solicitar a inserção do link. 

Aqui, eu também gosto de registrar as palavras-chave que estamos trabalhando e que são estratégias para o cliente (site). Assim, eu consigo saber sobre novidades do mercado e ter ideias para Newsjacking. 

Uma coisa complementa a outra, né? 

Broken link

Com a ajuda de ferramentas como o Ahrefs, você pode jogar o site do seu concorrente por lá. Aí, na sessão, Broken link, vai aparecer todos os links quebrados que ele tem. 

Exporte essa planilha

Entre em contato com os portais e ofereça a correção do link 

Envie o link do seu site, que tenha a ver com o texto-âncora em que existia o link do concorrente, tá? 

Os links quebrados acontecem porque a página deixou de existir (erro 404) ou por algum outro erro de estratégia. 

Também dá para fazer estratégia de broken link com sites que você considera os melhores para ganhar links. 

Coloque esse site no ahrefs e faça o mesmo procedimento. Só que ao invés de entrar em contato pedindo a troca do link por um que funcione, você manda um email alertando que existem muitos links quebrados no site (se existir) e isso pode afetar a experiência do usuário. 

Aí, você dá o problema e já dá a solução, entende? Mete um: “o que acha de eu te ajudar resolver isso com artigos exclusivos que vão poder fazer essa página voltar a existir?”

Existem muitas outras estratégias e novas ideias surgem diariamente. Mas, o momento em que o link building se une com o Digital PR vai ficar para outro artigo. 

Espero que você tenha gostado desse e que te ajude a esclarecer dúvidas! 

Até mais e obrigada pelos peixes! 

Post Tags :

Share :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *