sod footer

Confira 16 dicas valiosas para uma redação SEO completamente otimizada

Redação SEO é a criação de conteúdos textuais otimizados para motores de busca, visando melhorar a visibilidade de um site nos resultados de pesquisa. Isso envolve o uso estratégico de palavras-chave e técnicas de otimização. Saiba como fazer!

Ter uma boa presença online tem sido crucial para o sucesso de qualquer negócio. Por isso, estar bem posicionado nos resultados de busca é fundamental. É aí que entra a importância do SEO (Search Engine Optimization) e, mais especificamente, a redação SEO.

Se você deseja aumentar seu alcance orgânico na internet, precisa entender como fazer um bom texto, do jeito certo. Então, preparamos um guia completo para otimizar seus conteúdos.

Neste guia, vamos explorar desde as dicas mais básicas até estratégias avançadas que garantirão maior destaque aos seus conteúdos. 

O que é uma redação SEO

A redação SEO é a prática de escrever de forma otimizada em um site, a fim de que ele seja mais facilmente encontrado pelos mecanismos de busca, como o Google.

Tal otimização é feita com algumas técnicas como a inclusão estratégica de palavras-chave relevantes, a formatação e organização adequada do texto e o uso inteligente de elementos como subtítulos, links internos e externos.

Por que o SEO é importante?

Com um SEO bem aplicado à escrita, seu conteúdo pode ser mais facilmente encontrado na internet quando o público-alvo busca por produtos ou serviços que você oferece.

Estar bem posicionado na SERP (página de resultados do buscador) aumenta a visibilidade da marca, consequentemente gerando mais tráfego para o site ou blog. E por que isso importa?

Com mais visitantes qualificados, as oportunidades de um negócio tendem a crescer também. E essa estratégia oferece um bônus de brilhar os olhos: pode sair mais barata do que investir apenas em anúncios pagos.

16 dicas para fazer uma redação otimizada para SEO

Sem uma abordagem estratégica e bem estruturada é impossível conseguir bons resultados em SEO. Por isso, algumas recomendações e direcionamentos dados pelo Google, maior buscador do mundo, são imprescindíveis.

Talvez você até já tenha ouvido falar sobre algumas delas, como o uso de palavras-chave relevantes e um bom CTA. Mas, neste artigo, pretendemos aprofundar o conhecimento sobre cada uma. Assim, você terá uma ampla compreensão do impacto positivo que a redação SEO pode causar no seu negócio.

1. Pesquise as palavras-chave relevantes

Não existe uma estratégia SEO sem palavras-chave adequadas. Portanto, não existe uma boa redação SEO que não aplique bem as palavras-chave selecionadas pela estratégia.

Essas palavras-chave são os termos que o público-alvo busca na internet. Escolhendo as palavras certas, a chance de ter seu conteúdo bem visível para os potenciais clientes aumenta.

É claro que não se trata de escolher aleatoriamente palavras que tenham a ver com o negócio. As palavras precisam ser pensadas em uma dimensão maior e, portanto, podem ser divididas da seguinte forma:

  • Palavra-chave foco: também chamada de palavra-chave principal, é o termo ao redor do qual gira o conteúdo. Ela será o foco, mas precisa do apoio de outras palavras estratégicas para ganhar relevância. Exemplo: técnicas de SEO.
  • Palavras-chave secundárias: geralmente, contêm a palavra-chave principal, mas especificam o contexto em torno dela. Exemplo: técnicas de SEO para iniciantes.
  • Palavras-chave LSI: sigla de Latent Semantic Indexing, refere-se às palavras semanticamente relacionadas à palavra-chave principal. Elas auxiliam o mecanismo de busca a compreender não só a relevância, como o contexto do conteúdo. Exemplo: meu conteúdo fala sobre o “São Paulo”, então também uso palavras como “time”, “futebol”, “esporte”, para indicar que estou falando sobre o São Paulo Futebol Clube, e não sobre o santo católico São Paulo ou sobre a cidade de São Paulo.

Além disso, é importante considerar outros aspectos, como a intenção de busca da palavra-chave, dificuldade de ranqueamento, se são palavras-chave long ou short tail etc.

Onde pesquisar palavras-chave?

Existem ferramentas profissionais que auxiliam nessa pesquisa. Semrush, Ubersuggest, Google Keyword Planner e SE Ranking são alguns exemplos. Tais ferramentas oferecem não só um amplo resultado de palavras-chave relevantes para todos os nichos, como também fornecem análises completas, ajudando a decidir o melhor caminho para sua redação SEO.

Mas essa pesquisa pode ser feita em outros meios, conforme o tipo de estratégia, objetivo e público-alvo. É possível, por exemplo, usar o Twitter para encontrar os assuntos do momento e, a partir deles, definir palavras que seria interessante trabalhar. O YouTube também pode ser uma boa fonte de ideias nesse sentido. 

Apesar de estarmos falando de plataformas diferentes dos mecanismos de busca orgânica, essa pode ser uma boa maneira de conferir os tipos de palavras que determinado público costuma engajar na internet.

2. Aproveite a meta description 

Sabe aquele resumo que aparece abaixo do título e da URL ao realizar uma pesquisa? Embora não seja um fator de ranqueamento direto, pode ser uma ferramenta valiosa influenciar os usuários a clicarem no seu conteúdo.

Caso ela não seja elaborada, o mecanismo de busca escolhe um trecho relevante do artigo para destacar nesse espaço, mas pode não ser o mais adequado para fisgar a atenção do público.

Por isso, faz parte do trabalho de redação SEO construir meta descriptions estratégicas e persuasivas, aumentando a chance de ter o artigo acessado. Também recomenda-se incluir a palavra-chave foco e alguma relação semântica.

3. Crie um título otimizado e atrativo

O título (title tag H1) é uma das primeiras coisas que os usuários veem ao acessar um conteúdo. Por isso é importante ser bastante atrativo e, claro, esteja otimizado para os mecanismos de busca. 

Um título chato e fraco pode levar o leitor a desistir do conteúdo antes mesmo de lê-lo. Já um título bem elaborado, criativo e que converse com o leitor, tende a convencê-lo que a leitura vale a pena.

No título, é essencial constar a palavra-chave foco, além de alguma palavra LSI que ajude a contextualizar o conteúdo que o leitor encontrará na página. Além disso, recomenda-se que não seja muito curto, nem extremamente longo. Títulos curtos desperdiçam a chance de conquistar o leitor, já os longos em excesso tendem a entediá-lo ou confundi-lo.

Leia também: O que são os títulos SEO? Saiba o que significa e confira 5 dicas para definir as melhores title tags no conteúdo do seu site

4. Respeite a hierarquia de heading tags

Falando em H1, outro ponto importante é a hierarquia das headers dispostas no texto. Além do H1, essa estrutura pode conter H2, H3, H4 etc. A estrutura escolhida no artigo deve ser consistente e lógica. Ou seja, nada de saltar de H2 para H4; mas você pode usar a sequência H2, H3, e voltar para H2.

Essa hierarquia não só é importante para o SEO, ajudando os buscadores a entender a estrutura do seu artigo, como também contribui na experiência do usuário. Aliás, já que entramos nesse assunto, cabe falar sobre escaneabilidade textual, na qual a estrutura de heading tags também importa.

5. Garanta a escaneabilidade do texto

Os usuários tendem a escanear um texto, ao invés de lê-lo integralmente. Até por isso é tão difícil capturar a atenção do leitor. Para garantir que seu texto seja escaneável, além de usar as heading tags adequadamente, outros elementos são importantes:

  • Destaques em negrito;
  • Listas;
  • Bullet points;
  • Tabelas.

Ao usá-los, você garante uma leitura mais fluida e aumenta a probabilidade de reter a atenção do leitor.

Dica de expert: em alguns casos, emojis também podem ser uma boa cartada. Mas devem fazer sentido com o negócio, tom de voz e público-alvo.

6. Invista em uma introdução interessante

Mais do mesmo não prende a atenção de ninguém. A internet está repleta de textos e o seu precisa se destacar para entrar na competição.

Uma boa introdução nunca deve ser esquecida! Assim como o H1, ela é determinante para a continuidade (ou não) da leitura. Deve ser cativante, contendo elementos como estatísticas ou uma pergunta provocativa em tom de conversa com o leitor.

Além disso, não esqueça de usar a palavra-chave foco, preferencialmente no primeiro parágrafo, a fim de reafirmar a contextualização do conteúdo. Palavras-chave secundárias e semanticamente relacionadas também são importantes nesse ponto.

7. Adapte a linguagem ao público-alvo

Com quem você está falando? Qual linguagem seu público gosta de usar? Formal ou informal? Séria ou divertida? Faça perguntas como essa antes de começar a escrever.

Redação SEO não vive só de estratégia de palavras-chave. O próprio Google já deixou claro que a experiência do usuário impacta na relevância do conteúdo, então tudo deve ser pensado em quem o lê.

Escrever em uma linguagem fora do contexto do público-alvo pode ser a garantia de um abandono rápido da leitura. E você não quer isso.

8. Priorize a voz ativa

A voz passiva é muito útil em alguns casos, mas não aqui. Uma boa redação SEO prioriza a voz ativa. Perceba a diferença:

  1. Uma nova campanha de marketing digital foi lançada pela empresa.
  2. A empresa lançou uma nova campanha de marketing digital.

Qual soa melhor para você? A primeira frase, escrita em voz passiva, foca na ação. A segunda, exemplo de voz ativa, foca no sujeito que realiza a ação. Pode parecer um mero detalhe, mas a diferença de enfoque impacta na leitura.

A voz ativa tende a tornar as frases mais claras e diretas, algo que com certeza você deve priorizar em seus textos. Mas não significa que a voz ativa deva ser evitada a todo custo! Às vezes, ela pode servir para enfatizar a ação da qual você está falando.

Aqui, também vale pensar na experiência do usuário. O que impactaria mais o seu leitor ideal?

9. Seja claro e objetivo

A premissa é simples: não enrole o leitor! Seja sempre claro no que diz e objetivo ao responder às perguntas e necessidades do usuário. É isso o que ele espera ao acessar um conteúdo.

Dica de expert: caso perceba que seu texto já se alongou demais, além do objetivo, crie conteúdos secundários nos quais possa aprofundar os temas. Assim seu artigo não perde o foco (nem os leitores). Por exemplo, poderíamos ter aprofundado o tópico “Pesquise as palavras-chave relevantes”, mas esse não é o foco do artigo. O objetivo era falar sobre a importância das palavras-chave na redação SEO e não ensinar a fazer uma estratégia robusta com elas.

10. Prefira frases e parágrafos curtos

Sejamos sinceros: ninguém aguenta ler aqueles blocos enormes de texto. Cansa, o leitor perde o foco. E você quer a atenção dele, certo?

Por isso, deve usar frases e parágrafos curtos. Sempre que possível, priorize o uso de pontos ao invés de vírgulas e apostos. Essa técnica torna a leitura mais fluida e ajuda o leitor a seguir em frente.

Mas também não precisa exagerar.

Com uma sucessão de parágrafos tão curtos.

Isso é igualmente cansativo num artigo. 

Percebe?

11. Diversifique o vocabulário e use palavras de transição

O dicionário de sinônimo deve ser seu melhor amigo! Talvez você esteja sem ideias e se perceba repetindo muitas palavras ou usando um vocabulário escasso.

Nessas horas, o dicionário de sinônimo ajuda muito. Além de auxiliar na variação do vocabulário, ele contribui para a expansão do campo semântico do conteúdo. Um ponto a mais no SEO!

12. Use comparações para explicar

Comparações e analogias são muito úteis para tornar o conteúdo mais acessível. Termos muito complexos pode ser explicados dessa forma mais simples.

Isso tende a deixar o texto mais envolvente para o leitor, ajudando-os a compreender melhor o que está sendo transmitido.

13. Não esqueça o CTA

O CTA, ou call-to-action, é o que direciona os usuários para a próxima etapa da jornada, seja ela clicar em um link, preencher um formulário ou realizar uma compra.

Certifique-se de incluir CTAs claros e relevantes ao longo do texto, incentivando os usuários a agirem de acordo com seus objetivos. E lembre-se que um bom CTA pode funcionar tanto simples quanto mais criativo.

Além da escrita e da estruturação do texto, é possível enriquecê-lo com links. Isso ajuda a aumentar a relevância e autoridade do seu site nos mecanismos de busca como o Google. Mas é preciso tomar cuidado.

Use apenas links externos de confiança, com conteúdo produzido por quem entende daquele assunto. Afinal, você não quer estragar a credibilidade do seu texto com um complemento meia-boca ou sem qualidade nenhuma.

Tudo o que for sugerido por meio de linkagem deve ser relevante para o usuário, complementando a leitura do seu artigo. Assim, também é essencial indicar outros artigos do seu site, que se relacionem com o tema e cuja leitura aprimore a experiência do usuário.

Leia também: O que é o Link Building? Entenda a importância da estratégia para a visibilidade do seu negócio

15. Otimize as imagens com texto ALT

Não pode faltar uma boa imagem em uma redação SEO bem estruturada! Esse elemento proporciona quebras de leitura importantes para manter o usuário conectado com o conteúdo.

Mas as imagens precisam estar otimizadas! Ou não vão agregar nada ao seu texto. Como resolver isso? No escopo da redação SEO, é importante usar texto ALT (alternativo) em todas as imagens.

Isso garante que os mecanismos de busca compreendam a imagem inserida no texto, contextualizando ainda mais o assunto. Também é importante para o usuário: um texto ALT bem descritivo melhora a acessibilidade de usuários com deficiência visual e garante que os demais saibam do que se trata a imagem caso ocorra um erro no carregamento dela.

16. Revise o seu texto

Nenhum texto fica perfeito de primeira. Aliás, não existe texto perfeito; todos podem ser aprimorados, nem que seja alterando uma vírgula. Mas, numa redação SEO, é imprescindível garantir que o texto final atenda a todos os requisitos esperados.

E não se trata “apenas” de gramática e ortografia. Você ainda precisará dar um check nos demais elementos. Para ajudar nisso, mantenha uma lista de check sempre por perto.

Este artigo, por exemplo, foi revisado não uma, mas várias vezes, até chegar no resultado que você está lendo. E cada elemento foi cuidadosamente verificado.

Perguntas frequentes sobre redação SEO

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Abaixo, listamos algumas dúvidas que podem surgir.

É necessário incluir várias vezes a palavra-chave no texto?

Sim e não. Sim porque a palavra-chave deve se repetir no texto, a fim de deixar claro qual é o seu foco para os mecanismos de busca. 

Mas eles detestam repetição excessiva. Em SEO, essa prática é chamada de keyword stuffing. Ao usá-la, você passa uma impressão negativa aos mecanismos de busca, indicando que está tentando manipulá-los.

Qual a extensão ideal para um artigo otimizado em SEO?

Não existe regra. Aliás, existe uma: responda à dúvida do usuário com o seu conteúdo. Se para isso precisar de 1000 palavras, show. Se foram 3000, continua show.

O mais importante é que o usuário tenha sua dúvida sanada ao terminar a leitura. Ou seja, ele deve ser completo. Assim, o leitor tende a permanecer na página ou visitar o site mais vezes, o que sinaliza ao buscador que seu conteúdo é relevante.

Como manter o equilíbrio entre o conteúdo relevante e otimização em SEO?

Vamos deixar uma coisa clara aqui: não existe otimização SEO sem conteúdo relevante. Para que o SEO gere resultados, é premissa que a estratégia inclua conteúdo útil, confiável e de qualidade. Se ainda tiver dúvida nisso, leia nosso conteúdo completo sobre EEAT.

Por que minha empresa precisa investir em redação SEO?

Investir em redação SEO pode trazer uma série de benefícios para a empresa. Aumentar a visibilidade nos resultados de busca, turbinando o tráfego orgânico, também pode gerar leads qualificados e, consequentemente, um aumento de vendas.

Sua marca também tende a ser fortificada com um trabalho de SEO eficiente, ganhando destaque entre os concorrentes.

Leia também: Como foi o SEO Brasil 2024? Confira os principais insights dos especialistas da Search One Digital sobre evento

Conte com a Search One Digital para a redação e otimização dos seus conteúdos!

Como especialistas em SEO, entendemos do assunto. E não paramos na teoria: trazemos resultados na prática.

Com a SOD, é possível alavancar o desempenho orgânico nos mecanismos de busca. Produzimos conteúdo totalmente otimizado, pensado tanto para o usuário quanto para as boas práticas exigidas pelos buscadores.

Conteúdo de qualidade, otimizado, que gera resultados – trabalhamos em prol disso! Entrando em contato com a gente, você pode conferir o que podemos fazer pela sua empresa.

Fale com a SOD e descubra como potencializar seu negócio na internet!

Post Tags :

Share :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *